Beleza

O que a acne tem a dizer sobre a tua saúde

Fonte: Caras Uol

Já passou por aquela situação em que estava se maquiando para ir a uma festa com o gato e de repente percebe que tem uma espinha/acne bem no meio da testa? Pois é, não devemos apenas esconder a acne com a maquiagem, mas devemos descobrir as causas para que ela não apareça novamente. Por esse motivo, fizemos este artigos sobre o que a acne tem a dizer sobre a tua saúde.

Geralmente, são os produtos vendidos em farmácia que têm a credibilidade das pessoas para o tratamento das acnes. No entanto, eles nem sempre são eficazes, além da maioria causar efeitos colaterais. Na verdade, a medicina natural tem provado ser bem mais eficiente para nossa saúde e bem-estar do que a tradicional. Por isso, a fitoterapia, acupuntura, yoga e muitas outras técnicas são tão recomendáveis. Com isso, nós não estamos invalidando o papel do médico – ele é muito importante sim. Mas há muitos métodos naturais que podem nos ajudar e, por isso, não devem ser desprezados. Veja alguns exemplos abaixo da região onde surge a acne e referente a que problema de saúde, e também sobre como tratar:

Testa (parte superior)

O surgimento de cravos e espinhas na parte superior da testa está ligado ao sistema digestivo e a bexiga. Dessa forma, é importante beber bastante água e limitar o consumo de alimentos gordurosos e açúcares processados, além de consumir grandes quantidades de frutas e legumes frescos e orgânicos.

Coma alimentos que são ricos em antioxidantes e beba água morna com limão ou chá verde regularmente. Uma boa fonte de probióticos pode ser encontrada em alimentos fermentados, chucrute, kimchi, kombucha ou kefir.

Testa (parte inferior)

Relação com o coração. Para diminuir a propensão de acne nessa região, é aconselhável realizar atividades cardiovasculares regularmente e a ingerir óleo de coco ou de romã.

Sobrancelha e olhos

Área relacionada ao fígado. Acne nessa região significa que o órgão está sobrecarregado. Diminua o consumo de frituras, alimentos gordurosos, álcool e laticínios. Alimentos que ajudam na limpeza: chá verde, cenoura, beterraba, limão, alho, folhas verdes e toranja.

Orelhas

Se você tem problemas de espinhas na região das orelhas, pode ser um sinal de que seus rins não vão bem. Beba bastante água e evite comer muito sódio, principalmente o de alimentos processados. Rins não saudáveis costumam mostrar: falta de descanso, deficiência em magnésio e outros minerais, também excesso de açúcar.

Bochechas

As bochechas superiores estão relacionadas com os pulmões e vias respiratórias. Se você é fumante ou possui uma doença respiratória, como a asma, pode ter propensão a ter acne nessas regiões. Poluição pode ser outro motivo. O uso de plantas e ervas medicinais podem amenizar problemas respiratórios.

Crises de acne nas áreas abaixo das bochechas indicam problemas de gengiva ou dentes. Limite o consumo de açúcares refinados e elimine os refrigerantes.

Queixo

Acne nas laterais do queixo é indicação de desequilíbrio hormonal. Uma dieta rica em soja ajuda no problema. O estresse emocional e físico também podem alterar os hormônios. Manjericão, alcaçuz, folhas de framboesa vermelha, o cardo de leite e de chá verde são mais opções de alimentos saudáveis.

Já cravos e espinhas no centro do queixo podem estar relacionados com problemas de digestão, no estômago e no intestino delgado. Isso pode ser causado por uma dieta pobre e/ou alergias alimentares. Alimentos integrais ajudam, assim como dormir o suficiente e beber bastante água.

A Acne e a Saúde

O que você acha, por exemplo, de diagnosticar alguns problemas de saúde a partir da posição da acne que aparece em seu rosto? Parece loucura? Mas algumas correntes da medicina natural – como a tradicional medicina chinesa – acreditam que isso é possível. Tudo o que você precisa é de um espelho para ver se há alguma acne no rosto. Encontrando, identifique a posição exata a partir do mapa abaixo:

Fonte: Cura pela natureza

Agora só precisamos saber o que cada ponto significa:

  1.  Problema no reto;
  2.  Problema no cólon sigmoide;
  3.  Problema ligado ao fígado;
  4.  problema nos intestinos;
  5.  problema na parte descendente do cólon;
  6.  Problema na glândula suprarrenal;
  7.  Problema nos rins;
  8.  Problema nos rins;
  9.  Problema no fígado;
  10.  Problema na vesícula biliar;
  11.  Problema no cólon;
  12.  Problema no pâncreas;
  13.  Problema na bile e ductos hepáticos;
  14.  problema nos rins;
  15.  patologia cardíaca;
  16.  Problemas na uretra;
  17.  Problema no fígado;
  18.  Problema nas glândulas mamárias;
  19.  Problema nos pulmões;
  20.  Cardiopatias;
  21.  Problema nos pulmões;
  22.  Problema no diafragma;
  23.  Problema na curvatura menor;
  24.  problema no duodeno;
  25.  Problema na glândula suprarrenal;
  26.  Problema no ligamento inguinal;
  27.  Problema nos ovários e nos testículos;
  28.  Problema nas glândulas mamárias;
  29.  Problema na articulação sacroilíaca;
  30.  Problema no rim;
  31.  Problema no estômago;
  32.  Problema no útero e na próstata e testículos;
  33.  problema na bexiga;
  34.  Problema no rim;
  35.  Desordem do pâncreas;
  36.  Problema na tireoide;
  37.  Problemas na uretra;
  38.  problema na parte do piloro do estômago;
  39.  Distúrbios do útero ou próstata;
  40.  Problema nas glândulas mamárias;
  1.  Problema na parte do piloro do estômago;
  2.  Transtorno da uretra;
  3.  Problema na vesícula biliar;
  4.  Problema na tireoide;
  5.  Problema no rins;
  6.  Transtorno no útero e ovários e próstata e testículos;
  7.  Problema no estômago;
  8.  problemas nos rins;
  9.  Problema nos ovários  e testículos;
  10.  Desordem no sistema linfático;
  11.  Problema na glândula adrenal;
  12.  Problema nos intestinos;
  13.  Problema no estômago;
  14.  Desordem no sistema hormonal;
  15.  Sinais de esclerodermia;
  16.  Problema nos intestinos;
  17.  Problema na cartilagem;
  18.  Problema no estômago;
  19.  Problema no estômago;
  20.  Transtorno na uretra;
  21.  Problema nos pulmões;
  22.  Problema nas glândulas mamárias;
  23.  Problema no fígado;
  24.  Problema na uretra;
  25.  problema de saúde no pulmão;
  26.  Transtorno no rim;
  27.  Sinais de estagnação nos rins, pedras nos rins, areia nos rins;
  28.  Problema no cólon;
  29.  Problema nos rins;
  30.  Problema nos rins;
  31.  Problema na vesícula biliar;
  32.  Problema no fígado;
  33.  Problema nos rins;
  34.  Problema na glândula adrenal;
  35.  Problema no cólon;
  36.  Problema no cólon transverso;
  37.  Problema no apêndice;
  38.  Problema no estômago;
  39.  problema de na bexiga;
  40.  Problema nos órgãos genitais.

Mas também podem não ser apenas problemas de saúde, a acne pode revelar outras situações. Confira abaixo:

Fonte: Bolsa de Mulher

Espinhas no queixo, mandíbula ou pescoço

Têm como principal culpado o ciclo menstrual. Hormônios como a testosterona flutuam durante o seu ciclo fazendo com que as glândulas produzam mais gordura, bloqueando os poros e causando as marcas.

Espinhas no couro cabeludo

São causas de produtos de cabelos que você deve reconsiderar. O abuso de cosméticos pode aumentar o risco de entupimento dos poros da pele.

Espinhas ao redor da boca

Estão relacionadas à sua dieta. Os restos de alimentos ácidos podem irritar e inflamar a área. Enquanto isso, alimentos gordurosos também podem bloquear os poros.

Espinhas na região das mandíbulas

Podem ser indícios de que você anda tocando demais o rosto com as mãos sujas ou mesmo que a área permanece muito tempo em contato com telefone celular.

Espinhas no nariz ou na testa

Geralmente são causadas por estresse. As marcas seriam uma espécie de resposta do nosso corpo que, por causa do excesso de esforço, faz com que o organismo libere adrenalina, o que pode aumentar a produção de gordura e, consequentemente, de espinhas.

Este artigo fala sobre tratamentos caseiros, mas ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Artigo: artigosdemulher, Cura Pela Natureza, Saúde Curiosa, Bolsa de Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *