Saúde

Alimentos para evitar quando a pessoa não tem vesícula biliar

Se você teve sua vesícula biliar removida, já deve saber que sua dieta não pode mais ser a mesma.

Depois da cirurgia, alguns alimentos podem causar dores ou problemas digestivos.

Entenda: como uma parte comum da digestão, o fígado produz bile e o armazena na vesícula biliar.

  • A bílis é liberada da vesícula biliar para digerir qualquer gordura que você possa ter comido.
  • Quando você não tem mais uma vesícula biliar, não há mais unidade de armazenamento da bile.
  • Em vez disso, a bile escorre do fígado e não é mais armazenada.
  • Isso significa que não só há menos bile para decompor as gorduras, mas também que ela pode entrar no intestino grosso.
  • Se isso acontece, temos diarreia e dor abdominal.

É necessário conversar com o médico antes da cirurgia para entender os possíveis consequências.

Confira o que não deve ser consumido depois de uma cirurgia de retirada da vesícula biliar:

1. Frituras

  • Alimentos fritos são péssimos para o sistema digestivo.
  • Eles têm alto teor de gordura.
  • Assim, se você teve que remover a bile, saiba que sua capacidade de digerir e processar gorduras foi comprometida.

Portanto, invista apenas em gorduras boas e pare de consumir:

  • – Batata frita
  • – Frango frito
  • – Peixe frito
  • – Bife frito
  • – Anéis de cebola

2. Alimentos gordurosos

Quando você não tem mais uma vesícula biliar, alimentos gordurosos devem ser evitados pelo mesmo motivo que os alimentos fritos.

Se perceber gordura no alimento, saiba que ela também está entrando no seu trato digestivo, onde sem uma vesícula biliar ela não pode ser digerida confortavelmente.

Portanto, você deve evitar:

  • – Hambúrguer
  • – Bacon
  • – Pizza de queijo
  • – Molhos e cremes pesados
  • – Cortes gordurosos de carne

3. Óleos vegetais

Nossas necessidades de saúde exigem um equilíbrio ideal de ácidos graxos ômega 3 e ômega 6.

Infelizmente, nossos alimentos acabam fornecendo mais ômega 6.

Uma vez que a absorção de gordura é comprometida sem a ajuda de sua vesícula biliar, você deve limitar sua exposição a alimentos que são excessivamente ricos em ômega 6, para que você possa se concentrar naqueles com maior quantidade de ômega 3, mais facilmente digeridos.

Óleos vegetais são grandes fornecedores de gordura ômega 6.

Por isso evite consumir:

  • – Óleo de canola
  • – Óleo de milho
  • – Óleo de soja
  • – Óleo de girassol
  • – Óleo de arroz
  • – Óleo de linhaça

Uma boa opção para substituir esses óleos é o azeite extravirgem de oliva ou óleo de coco, que são boas fontes de ômega-3 e substâncias anti-inflamatórias.

4. Comida industrializada

Esse tipo de alimento até pode ser mais prático, mas é péssimo para a saúde.

Eles costumam ter níveis insalubres de sal e açúcar, que aumentam o risco de obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.

Além disso, alguns deles possuem altos níveis de ômega 6.

Isso acontece porque muitos alimentos industrializados são feitos com óleo de soja.

Portanto, evite:

  • – Bolos
  • – Biscoitos
  • – Batata chips
  • – Salgadinho

5. Líquidos durante refeições

  • Você pode achar que é mais capaz de digerir suas refeições se tiver uma bebida do lado.
  • No entanto, alguns pesquisadores argumentam que isso é uma ilusão.
  • Segundo eles, a água é rapidamente absorvida no nível do estômago e, portanto, não desempenha um papel tão importante na secreção ácida e enzimática.
  • Por isso, é bom evitar líquido durante as refeições, especial se você não tem mais vesícula biliar.

6. Refeições pesadas e grandes

  • Comer uma refeição muito pesada leva uma sobrecarga a todo o aparelho digestivo, o que é agravado sem a vesícula.
  • Com a capacidade comprometida do seu corpo de digerir as gorduras, é importante optar por refeições leves.

Além desses alimentos, você deve evitar outros que não são recomendáveis até para quem ainda tem a vesícula biliar:

  • – Alimento com glúten
  • – Álcool
  • – Açúcar em excesso

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

[in:curapelanatireza.com]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *