Saúde

10 hábitos que precisa adotar para evitar demência o mal de alzheimer

O cérebro humano tem habilidades incríveis.

Infelizmente, o mal de Alzheimer pode destruir a maior parte dessas habilidades.

A demência causa consequências terríveis, como:

  • – Perda de memória
  • – Raciocínio lento
  • – Dificuldade em se expressar
  • – Mudanças bruscas de comportamento

A chance de sintomas como esses serem o resultado da doença Alzheimer é de 60% a 70%.

No entanto, também pode ser Parkinson, problemas na tireóide, traumatismo craniano, depressão, alteração vascular, uso excessivo de medicamentos farmacêuticos e deficiência de vitamina.

Portanto, se você perceber algum sinal de demência, procure o seu médico o mais rápido possível.

Afinal, se o problema for reversível, quanto mais rápido tratar, melhor.

Voltando ao mal de Alzheimer, infelizmente, todos sabem, é um problema sério, cujo tratamento é bem difícil.

Por isso a melhor estratégia é a prevenção.

Sim, você pode fazer algo para fortalecer o seu cérebro contra doenças degenerativas, inclusive Alzheimer.

Por exemplo:

1. Minimizar o uso de drogas anticolinérgicas

O problema dessas drogas é que elas diminuem os impulsos nervosos parassimpáticos.

Para quem não sabe, o sistema parassimpático tem a função de gerenciar as atividades que acontecem enquanto o corpo descansa.
Ou seja, são aqueles nervos responsáveis pelos músculos dos pulmões, trato urinário, trato gastrointestinal e outras partes do corpo.

A maioria dos soníferos prescritos, medicamentos antialérgicos, antidepressivos e medicamentos para o coração tem potente ação anticolinérgica no corpo.

Existem estudos que mostram que o uso regular de medicamentos anticolinérgicos aumenta significativamente o risco de demência.

Por esse motivo, muitos profissionais de saúde de todo o mundo estão tentando educar seus pacientes sobre os perigos desses medicamentos e como limitar a sua utilização.

Se você atualmente usa anticolinérgicos, recomendamos que você consultar com seu médico sobre como reduzir seu uso ou substituí-los.

2. Tome vitamina D

Muitos estudos encontraram uma estreita relação entre a demência e o baixo nível de vitamina D.

Procure se expor ao sol brando e consuma suplementos de vitamina D.

Isso evitará muitos problemas de distúrbio cerebral.

3. Consuma óleo de peixe/ ômega 3

A sua ausência na dieta humana pode causar problemas no cérebro.

Consulte seu médico antes de começar a consumir o óleo de peixe, pois o consumo desequilibrado pode causar efeitos colaterais.

4. Consuma vitaminas do complexo B

INGREDIENTES

  • 2 colheres (sopa) de farinha de arroz
  • 2 colheres (sopa) de suco de tomate
  • Algumas gotas de suco de limão

Observação: você pode adicionar água filtrada se a mistura ficar muito grossa.

MODO DE PREPARO

  • Misture todos os ingredientes em um recipiente.
  • Em seguida, aplique em seu rosto e deixe agir por 15 minutos.
  • Depois lave com água.
  • Aplique sempre à noite e não se exponha ao sol no dia seguinte.

As três receitas são excelentes para deixar sua pele mais brilhosa e bonita.

Mas teste previamente no seu braço para garantir que não tem alergia a nenhum ingrediente.

E não para por aqui!

Há três frutas surpreendente boas para nossa pele e, se você as consumir, além de fazer um dos tratamentos acima, sua pele terá melhores resultados ainda mais rápido.

1. Framboesa: um copo de 100 g deste fruto é o suficiente.

Você pode investir na framboesa porque ela é rica em nutrientes, como: antioxidante, vitamina C, E, A, betacaroteno e ômega 3.

Com isso, você reduzirá as rugas e outras linhas de expressão.

2. Kiwi: tem propriedades anti-inflamatórias e antialérgicas.

Atenção: a pele (casca) da fruta tem três vezes mais antioxidantes do que a polpa.

3. Abacaxi: contém fibras, vitamina C e uma enzima chamada bromelina que é anti-inflamatória e ajuda na digestão.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

[in:curapelanatureza.com]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *