Saúde

7 dicas para eliminar o mau cheiro dos sapatos

Pernas-da-mulher-em-cima-da-cadeira
Como nos livrarmos do mau cheiro nos sapatos?
Às vezes o interior de alguns calçados retém o suor com maior intensidade, gerando um odor difícil de suavizar. Mas, não se preocupe, porque existem alguns truques bem simples que serão de grande ajuda. Descubra-os!
1. O bicarbonato de sódio
Infalível. Em nosso espaço já falamos mais de uma vez dos grandes benefícios do bicarbonato de sódio para a limpeza da casa. Esse elemento químico natural tem a capacidade de absorver manchas, odores e umidades, e por isso é frequentemente utilizado para eliminar o mau cheiro nos sapatos.
E como usá-lo?
  • Muito fácil, basta jogar uma colher de sopa de bicarbonato em cada pé do sapato, nas palmilhas.
  • Espalhe-o bem e deixe que atue no sapato por toda a noite. Pela manhã será possível notar a melhora.
2. O truque do talco
  • O talco atua do mesmo modo que o bicarbonato de sódio. Tem a capacidade de absorver a umidade e com isso, minimiza o mau cheiro.
Nesse caso você tem duas opções: pode pôr um pouco de talco em cada sapato e deixar atuar durante a noite para removê-lo de manhã ou, o que também é eficaz e fácil de fazer, aplicar o talco no pé para eliminar a sudoração. Será muito útil e efetivo.
3. Truque para eliminar bactérias
  • Esse truque é curioso e muito efetivo. Para isso será preciso ter em casa um pouco de sálvia e lavanda. São duas plantas que eliminam muito bem os odores.
  • Se as tiver, basta colocar em cada sapato algumas folhinhas de sálvia e uns raminhos de lavanda. Depois, deixe os sapatos tomarem ar fresco para eliminar as bactérias. Pela manhã você terá seus sapatos mais do que prontos!
4. Laranja, limão ou toranja
  • Outro remédio muito simples. Nunca jogue fora a casca do limão ou da laranja, e muito menos da toranja.
  • São muito práticas para eliminar o mau cheiro dos sapatos, nesse caso e como sempre, bastará colocar as cascas dentro dos sapatos durante a noite. Sem dúvidas um truque seguro.
5. Óleo essencial de árvore do chá
  • Dentre os óleos essenciais com propriedades desinfectantes o da árvore de chá é, sem dúvidas, o mais eficaz. Pode ser encontrado em lojas de produtos naturais ou perfumarias. Não é caro e pode servir tanto para eliminar o mau cheiro dos sapatos quanto para preparar géis para as mãos. O que faremos é deixar algumas gotas pingarem nas palmilhas dos sapatos duas vezes por semana, assim tiraremos o odor e eliminaremos as bactérias. Muito fácil.
6. Procure a verdadeira causa do mau cheiro
  • Sabemos que o mau cheiro nos sapatos deve-se ao suor dos pés, porém, também é evidente que alguns sapatos fedem mais do que outros. Talvez isso se deva ao fato de que há palmilhas que absorvem mais o suor e outras que o retém, favorecendo o surgimento de bactérias. É um risco que não vale a pena correr.
  • Ao notar que o mau cheiro não sai facilmente, pode mudar regularmente as palmilhas do sapato, mas se isso não for possível, pode optar por usar palmilhas especiais que protegem do mau cheiro e das bactérias. Considere que o mau cheiro a longo prazo pode trazer problemas nos pés, por isso é necessário manter uma boa higiene.
7. Como manter uma boa higiene nos sapatos
  • Tente não usar sapatos fechados todos os dias. É ruim para a saúde dos pés e favorece o mau cheiro.
  • Quando chegar em casa, mude de sapato e deixe os que usou durante o dia para tomar ar.
  • Não importa se o sapato é de boa ou média qualidade, todos absorvem o mau cheiro. Por isso devemos manter uma boa limpeza dos mesmos.
  • Escová-los todos os dias, principalmente limpá-los por dentro utilizando um pano úmido com o mesmo produto que você costuma limpar as roupas.
  • Esfregue bem, eliminando manchas de umidade.
Se você costuma sofrer de sudoração excessiva na sola do pé, seria adequado seguir a dica que ensinamos anteriormente: aplique talco. É um remédio simples que servirá muito para o dia a dia.
[in:melhorcomsaude.com]

One thought on “7 dicas para eliminar o mau cheiro dos sapatos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *