Pensamentos

O Amor verdadeiro não mente…

O Amor verdadeiro não mente,não engana e não trai.Ele não subestima, não nos inferioriza, nem menospreza !

Acredito que as pessoas passam grande parte de suas vidas na busca de um grande amor.

Imaginamos como será nosso futuro com alguém que nos complete em todos os aspectos. Idealizamos como em um sonho, aquilo que sentimos necessidade de vivenciar com alguém que possa trocar e retribuir amor.

As vezes parece tão distante essa realidade que nem dá para acreditar que exista.

Passamos por situações tão conturbadas, onde o coração parece que não vai resistir à dor – momentos difíceis, que castigam a gente. Onde procuramos só um colo que conforte e não encontramos – ops, ancoradouro errado – faz parte.

Nos decepcionamos fácil, tão rápido quanto foi nos apaixonar. Mas ainda assim insistimos, na esperança de que é uma fase e com a certeza efetiva da felicidade vindoura. Mas a realidade estampa em nossa cara a verdade e o coração (coitado), recebe mais uma descarga de abandono.

Mas a esperança é a última que morre e daqui a pouco a gente está curada (o) e pronta (o) para próxima. Pois é, a memória não é, mas fica, bem curta quando se trata de amor – graças a Deus!

Amar é combustível para o corpo e para alma. Podemos ter o melhor emprego, o melhor apartamento, o melhor carro, a melhor família, os melhores amigos, mas nada disso é tão bom se não estivermos amando e sendo amadas (os) – fato. Ter o coração preenchido não tem preço.

A felicidade nas mãos, palpável e visível a olhos nus, cativa o melhor de nós. Renova o espírito, nos enche de coragem, nos fortalece e dignifica. Essa é a força do amor. Surpreendentemente prolixo, mas deliciosamente acolhedor. (Que seja infinito enquanto dure e nos faça felizes e plenos)

O amor sempre tem muitas histórias. Porque o amor é criativo, inventivo. O amor não se repete, porque a cada dia utiliza novas tintas para colorir nossos dias.
O amor não morre nunca, nem se abala. Vence os anos, a velhice, a enfermidade e a dor. E amadurece, ofertando frutos sempre mais saborosos.

O amor é uma força extraordinária, renova-se sem cessar e enriquece ao mesmo tempo, aquele que dá e aquele que recebe.

Não precisamos e não merecemos nos iludir com menos, o amor não pode nos maltratar ou ferir.

Se machuca, não é amor.

Ele não existe se nos inferioriza e menospreza.
O amor não mente, não engana e não trai.
Ele não é desleal.
O amor não tem dúvidas.
Ele não subestima.

Que venha e me engrandeça, me faça também engrandecer.

Nos faça livres como pássaros com grandes asas.

O amor é uma das expressões humanas do amor Divino.

Porque metade de mim é amor e a outra também…

Porque metade de mim é felicidade e a outro merece ser tão feliz quanto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *