Saúde

Esteja atento à cor da sua urina

cor-da-urina-500x320
Sabemos que não é um assunto agradável, mas os médicos alertam que é essencial saber a cor da nossa urina, e não apenas observar se sentimos dor, já que a cor pode ser indício de má nutrição, doenças etc. A urina é composta de água e outras substâncias residuais. Sua cor indicará uma disfunção do organismo, por causa da alimentação, de uma inflamação ou até mesmo o consumo de um medicamento.
Vejamos todos os dados para o bem da nossa saúde.
Primeiro, devemos saber uma coisa: a urina é produto da filtração dos rins, que despejam na bexiga uma mistura de água e toxinas que o corpo não precisa mais e deve eliminar.
  • Os alimentos ingeridos e os mecanismos próprios individuais, como transpiração e respiração, determinarão a quantidade de urina evacuada.
A cor dependerá dos seguintes aspectos:
Cor clara
  • A urina de cor clara é um bom sinal e indica um bom nível de hidratação.
  • O elevado consumo de água facilita a filtragem da urina pelos rins, daí seu tom mais claro.
Cor amarela intensa
  • É um sintoma a ser considerado, indica o consumo insuficiente de água, pressionando os rins a trabalharem mais para filtrar a urina.
  • Há maior acumulação de toxinas exigindo maior hidratação.
  • Não é nada ruim. A cor pode também ser causada por sudorese excessiva, resultado de trabalho duro ou atividade física intensa.
Amarelo escuro
  • Este já é o tom mais sério, é preciso consultar o médico. Indica que há um problema no fígado e pode estar a sofrer de icterícia.
  • Nesse caso, observar os olhos e identificar se há também uma tonalidade amarelada.
  • Poderá haver cansaço e mal-estar geral, geralmente associado a outros sintomas que serão imediatamente perceptíveis.
Tom marrom avermelhado
  • Talvez seja a cor mais comum, indicativa de um problema renal.
  • Deve-se à inflamação na urina e pequenos vestígios de sangue.
  • É sinal de um possível cálculo da vesícula biliar a caminho, de que o trato urinário está a sofrer com estas pedras que estão dolorosamente a abrir seu caminho até a bexiga, ou pode ser que as pedras estejam ainda no rim, e isso pode ser prejudicial.
  • Neste caso, a tonalidade da urina é muito característica. Além disso, haverá também dor se for um problema nos rins.
Cor laranja
  • Esta tonalidade é anormal, mas pode ocorrer.
  • Ocorre pelo excesso de vitamina C no corpo, que é filtrado pelos rins.
  • Se ocorrer um dia, deve-se apenas reduzir – e nunca eliminar – o consumo de todas as frutas e legumes com vitamina C durante pelo menos cinco dias.
Cor azul
  • Surpresos? Por mais estranho que pareça, pode ocorrer e deve-se a um excesso de cálcio ou certa infecção bacteriana.
  • Acontece com pessoas que tomam suplementos vitamínicos, gera-se um excesso ou pequena contaminação com outras substâncias e o corpo sofre com isso.
  • Deve-se ter cuidado com todos os medicamentos e suplementos vitamínicos e, diante de qualquer alteração, aconselha-se consultar o médico.
Cor vermelha
  • A urina vermelha pode indicar duas coisas.
  • A primeira pode ser grave, já que pode ser pela presença de sangue e é preciso informar imediatamente o médico.
  • Pode haver um problema na bexiga ou nos rins: um diagnóstico preciso dará a resposta.
  • A segunda causa desse sintoma é completamente inócua. Se um dia consumir muitas beterrabas, frutas vermelhas, amoras ou até alimentos com muito corante, a urina pode adquirir esta cor.
  • Se este tom se repetir ao longo de vários dias, não hesitar em consultar um especialista.
[in:dicasetruquesonline.com]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *