Pensamentos

O divorcio é dos pais, não dos filhos

1014223_740359559314426_1356193319_n
A vida nem sempre é fácil,muita correria no dia a dia, muito stress e até a crise económica que se atravessa, tem influencia no numero de divórcios.
Também é verdade que as mulheres não estão para se sujeitar a ser mandadas pelos maridos, o que acho bem, porque houve mulheres que lutaram para hoje teremos alguns direitos. Sim, porque igualdade, ainda não...

Mas estou a fugir do tema 🙂

O que me preocupa e revolta é que quando há divorcio, acontece muitas vezes que haja divorcio dos filhos.
ELES NÃO TEM CULPA DE NADA !
Eles continuam a ser filhos dos dois e não se devem descartar como se fosse uma peça de roupa que já não queremos usar, e passado de uns tempos vamos comprar outra do qual se passa a gostar.

Nos primeiros tempos, o progenitor ainda vem buscar aos fins de semana, telefona…mas há um dia onde não pode vir, outro dia chegou demasiado tarde para telefonar…E ai começa a acontecer o afastamento entre o Pai (mais raro, mas pode acontecer que seja a Mãe)e o filho.
Nessa fase, a criança começa a perceber que se perdeu algo na vida dele, por muito que ele tenha muitos amiguinhos na mesma situação, lá no fundo deixa marcas.

Por muito guerreira que seja a Maẽ , nem todos os dias são fáceis, ter de tomar todas as decisões quanto ao futuro do filho,e sempre com aquele receio de estar a errar. Sim, porque se errar ou algo correr mal, ai aparece uma sociedade inteira a dizer “a Mãe não soube educar, não lhe deu atenção suficiente, foi demasiado branda...” É muito fácil julgar,mas será que sabe o que aquela mãe passou ?
Quantas duvidas ela teve ?
Criar e educar um filho é uma grande responsabilidade, e nem existe “livro de instruções”…

Para mim, se tudo o que dermos aos nossos filhos for dado com amor, muito amor, já é meio caminho andado para uns bons alicerces …

Não se esqueçam Mães e Pais, os vossos filhos, vão ser os adultos de amanha, hoje eles precisam do si mas amanha é você que vai precisar do carinho deles…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *