Atualidade

O Monge Que Vendeu Sua Ferrari

Pensamentos

O MONGE QUE VENDEU SEU FERRARI,por Robin Sharma

O titulo chamou me a atenção, ficando intrigada por não conseguir encontrar uma ligação entre um monge e um ferrari. Dois mundos completamente diferentes… e não resisti, lá vim eu, com o livro para casa cheia de curiosidade.
Uma leitura fácil e entusiasmante, mas que nos deixa sempre a pensar sobre a nossa vida.

Esse livro conta a história de um bem sucedido advogado de Nova York chamado Julian Mantle,que após sofrer um quase fatal ataque cardíaco,abandona sua carreira e viaja para o Oriente em busca de outra qualidade de vida.

Após pouco mais de três anos,ele volta ao seu país.Vinte quilos mas magro,com um sorriso no rosto e uma bela aparência,ao contrário do que apresentava anteriormente.Tinha um olhar sereno e uma aura de paz,que era de impressionar. Julian contava que no momento que ele parou de perder tanto tempo procurando os grandes prazeres da vida e começou a desfrutar dos pequenos,como olhar as estrelas,pegar sol em uma manhã de verão,tinha conseguido compreender melhor o mundo. com essa viajem,Julian também percebe que o sucesso exterior não faz sentido,a não ser que haja um sucesso,também,por dentro;descobriu que existe uma enorme diferença entre bem-estar e estar bem.Julian tinha agora a convicção,de que só podemos fazer o bem,quando estamos interiormente bem,e que só podemos amar ao próximo quando também amamos nós mesmos.
Julian tinha adoptado um “costume”,dizendo que não podemos nos dar ao luxo de termos pensamentos negativos,e que não existem erros,apenas lições,não existem experiências negativas,apenas oportunidades para crescer. Julian tinha muitos pensamentos: dizia que lutando adquirimos força,até a dor pode ser um professor;
“Para libertarmos nossa mente,corpo e alma,temos que expandir nossa imaginação; as coisas são criadas primeiro na nossa mente e depois na realidade. Os pensamentos daquele bem sucedido ex-advogado tinham ultrapassado suas auto limitações e sua consciência tinha se expandido,dando de cara com um novo e maravilhoso mundo.Agora ele sentia a responsabilidade de compartilhar essa descoberta com os outros para que as pessoas pudessem progredir mental e espiritualmente na vida.

E Julian dizia para todos: “Viva entusiasmado.”;”Nunca deixe de apreciar a beleza dos seres vivos.”;”Viva no agora.”;”Pare de ser prisioneiro de seu passado”.

Julian também compartilhava as sete virtudes para uma vida esclarecida:

  • 1.Domine a sua mente.
  • 2.Cumpra seus objectivos.
  • 3.Pratica o Kaizen.
  • 4.Viva com disciplina.
  • 5.Respeite seu tempo.
  • 6.Sirva os outros de forma altruísta.
  • 7.Viva no presente.
Adorei o livro, é mesmo uma lição de vida. Já leu? e qual a sua opinião?
Beijinhos com bons livros <3

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *