Saúde

Saiba quais os benefícios do perdão para a sua saúde

13275742_854501324677674_301495108_n-332x189

O perdão é uma das recomendações mais fortes da Bíblia.

As Escrituras nos aconselham a perdoar “70 x 7”.

Ou seja, sempre.

O mais interessante é que o perdão ultrapassa o âmbito espiritual, causando efeitos positivos também no nosso corpo físico.

Mas o que é perdoar?

Ora, é simples: perdoar é esquecer completamente alguma desavença.

Quando fazemos isso, libertamos as pessoas e a nós mesmos, colocando fim numa possível “guerra”.

Para que você entenda os benefícios desse ato, resolvemos fazer uma pequena lista.

O nosso maior objetivo é que você tenha uma vida mais calma e equilibrada, liberando todas as emoções negativas.

É importante, antes de mais nada, que saibamos que os sentimentos ruins nos deixam doentes, e isso já está comprovado cientificamente.

Conheça os benefícios do perdão:

  • 1. Resulta numa maior conexão e intimidade entre as pessoas
  • 2. Relaxa o corpo e nos deixa menos nervosos
  • 3. Melhora o sono e combate à ansiedade
  • 4. Melhora a imunidade do corpo
  • 5. Causa maior sensação de segurança e autoestima
  • 6. Previne doenças cardíacas
  • 7. Amadurece psicológica e espiritualmente

É bom lembrar que ser perdoado nos traz grande alívio, mas ainda melhor é perdoar.

COMO PERDOAR?

Não é simples.

Mas os estudos de Robert Enright, cofundador do International Forgiveness Institute, concluíram qur o processo de perdão é um caminho que começa sempre pela dor e pelo reconhecimento de que temos direito de sentir mágoa, tristeza ou mesmo revolta, mas implica também a capacidade de compreender que os outros falham, mesmo que não aceitemos.

O pesquisador concluiu que o processo de perdão envolve quatro fases.

São elas:

  • 1. Reconhecimento da raiva, considerando a sua influência na nossa forma de viver e sentir.
  • 2. Decidir perdoar, a partir de dentro e no tempo de cada um.
  • 3. Trabalhar o perdão desenvolvendo empatia e compaixão.
  • 4. Descobrir e libertar ­se da prisão emocional.

Esperamos que este post tenha trazido uma boa reflexão e estimulado em você a prática de tão nobre (e saudável) ação.

 

[in:curapelanatureza.com]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *